GAZETA POLICIAL: DEZEMBRO VERMELHO GAZETA POLICIAL: DEZEMBRO VERMELHO

Adblock: Desative-o para nos ajudar com os anúncios no site. Agradecemos a colaboração.
DEZEMBRO VERMELHO

Com a chegada de dezembro, uma época natalina que muitos apreciam e aproveitam, temos também um importantíssimo evento de conscientização e de alerta para a humanidade, sendo ele o Combate Mundial Contra a AIDS, relembrado no dia 1° de dezembro.
Definido pela Assembleia Mundial da Saúde, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), o objetivo em formalizar uma data para o combate contínuo contra a AIDS se deve a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. Além da data, é utilizado como símbolo, o laço vermelho, representando a importância do teste para HIV, o imediato tratamento contra a enfermidade e encorajar as pessoas a procurarem saber e cuidar de mais uma parte essencial da sua saúde humana.

HIV: O que é, causas e tratamentos

"A AIDS é causada pelo vírus HIV, que interfere na capacidade do organismo de combater infecções. O vírus pode ser transmitido pelo contato com sangue, sêmen ou fluidos vaginais infectadosAlgumas semanas depois da infecção pelo HIV, podem ocorrer sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de garganta e fadiga. A doença costuma ser assintomática até evoluir para AIDS. Os sintomas da AIDS incluem perda de peso, febre ou suor noturno, cansaço e infecções recorrentes. Não existe cura para a AIDS, mas uma adesão estrita aos regimes antirretrovirais (ARVs) pode retardar significativamente o progresso da doença, bem como prevenir infecções secundárias e complicações." - Dados do Hospital Israelita Albert Einstein

HIV/Aids no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, 920 mil brasileiros vivem com a doença, sendo que 89% (cerca de 818 mil pessoas) foram diagnosticadas, 77% (cerca de 708 mil pessoas) fazem tratamento antirretroviral e 94% (cerca de 864 mil pessoas) não transmitem mais, uma vez que atingiram a carga viral indetectável, ou seja, não há risco para que haja propagação a partir desse indivíduo. Uma boa notícia, em relação aos novos casos durante os anos, é que, desde 2012, a taxa de contaminação vem diminuindo, sendo de 21,9 casos a cada 100 mil habitantes em 2012 para 17,8 casos a cada 100 mil habitantes em 2019.


Cuide-se, compartilhe com seus amigos e familiares, procure saber mais sobre e não deixe de fazer o teste, sua vida depende de cada esforço contra as enfermidades que estão presentes na humanidade.

03 de dezembro de 2020

Gazeta Policial - Mais que qualidade e inovação!



GiovanaCraft
0 Comentários
Lembre-se de colocar seu nick do Habbo no final do comentário,
com isso aumenta a chance de entrar para o usuário destaque como um usuário ativo no fã site e ganhar pontos para prêmios em Raros!

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.