Gazeta Policial - Mais que qualidade e inovação!: Organizações ® Gazeta Policial - Mais que qualidade e inovação!: Organizações ®

Adblock: Desative-o para nos ajudar com os anúncios no site. Agradecemos a colaboração.
Organizações ®
O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM AS ORGANIZAÇÕES?

Por Rafael69882

Venho redigir essa matéria para fazer você leitor refletir junto comigo sobre a atual situação das Organizações dentro do Ramo Policial.
Antes de iniciar, vou explicar o real propósito das Organizações. A organizações foram criadas para auxiliar as polícias no quesito de lotação no quarto, ajudá-las quando faltam funcionários na base e até mesmo fornecer mobílias para construção de quartos para a polícia. Funciona assim: A Polícia se alia a Organização, e ambos firmam uma parceria. Atualmente temos 3 organizações ativas: a ONU, UNEP e GOPH. Mas já tivemos muitas outras: A ONSP, MOCH, SAP...

As organizações se encontra numa situação caótica, e tenho algumas teorias do motivo para isso estar acontecendo, antigamente as Organizações cumpriam o papel delas, hoje em dia estão dentro de um buraco.
Isso pode se dever aos fatos:
1 - Poucos usuários ativos no hotel interessados nesse ramo
Bom, o Ramo Policial que é gigantesco já sofre com esse problema, as organizações que não atrai muito o público novato, obviamente vai sofrer mais ainda. A baixa quantidade de usuário no Hotel, atrapalha todos os setores.
2 - Brigas desnecessárias entre elas
As próprias Organizações, se destroem com guerras, pois quem quer se aliar, não vai se aliar com uma organização em guerra, né?
3 - Muito monôtono
Há poucas coisas para se fazer numa organização, pois ambas as organizações ativas não tem nada de inovador, tudo sempre no mesmo ritmo, Contrato - Ronda - Ronda - Contrato.
Isso desmotiva alguns funcionários, e acabam perdendo os mesmos.

Bom, isso pode ser alguns dos muitos motivos dessa crise no Ramo das Organizações. Na minha opinião jornalística, ambas deveriam se juntar ao invés de criar brigas, e tentar fazer um sistema inovador e que ajude mais as polícias.

*Esse é um relato de um jornalista revoltado, que está há 8 anos dentro do Ramo Policial e nunca viu essa situação tão crítica, obrigado.*

 Mais que qualidade e inovação, é Gazeta!